Brasileiros do basquete lamentam morte de Fab Melo

0
114

Uma inesperada perda no esporte, a morte do brasileiro Fab Melo, deixou de luto o basquete brasileiro. O pivô, que teve passagens pela NBA e pela seleção brasileira, faleceu neste sábado, 11 de fevereiro, aos 26 anos. Pelas informações iniciais, o jogador de 2,13 metros, que atuava no NBB, sofreu uma parada cardíaca.

Guilherme Giovannoni, capitão do Brasília – última equipe de Fab Melo –, lamentou o ocorrido e lembrou com carinho do amigo.

“O Fab era um cara que sempre estava com o sorriso no rosto. Ele estava sempre de bom humor e tinha um coração enorme. Muito triste essa notícia”, afirmou o ala-pivô da seleção brasileira.

O ala-armador Leandrinho, com quem Melo atuou no Boston Celtics, também lamentou a morte do pivô. “Estou em choque, ele se foi muito cedo. Que Deus ilumine e dê força à sua família.”

Lula Ferreira, que foi um dos responsáveis pela primeira convocação do jogador para a seleção, lembrou quando treinou o atleta em 2007, aos 15 anos. “O Cesar Guidetti [atualmente técnico do Pinheiros] era o técnico e eu, o assistente, e nós apostamos no Fab Melo, que ainda era meio cru, mas tinha um potencial enorme. Foi ali que ele começou a chamar a atenção. Sempre foi um garoto alegre. Realmente, uma pena”, afirmou Lula, que atualmente é supervisor do Franca Basquete.

A LNB (Liga Nacional de Basquete), entidade que regula o NBB, emitiu comunicado demonstrando pesar com o falecimento do jogador do Brasília. “Neste momento de dor e tristeza, desejamos nossos sentimentos a toda família e amigos desse gigante do basquete brasileiro”.

Ex-companheiro de Boston Celtics, o ala Paul Pierce se pronunciou nas redes sociais. “Descanse em paz, Fab Melo. Não acredito nisso”, afirmou o ídolo da equipe de Massachusetts, que atualmente defende o Los Angeles Clippers.