Carnaval: Dicas de alimentação e hidratação para curtir os blocos de rua sem engordar e passar mal

Nutricionista dá dicas para aproveitar os bloquinhos sem exagerar e comprometer a saúde; saiba mais

0
204
Bloco da Preta. Reprodução

Os blocos de Carnaval conquistaram o Brasil e agora multidões se divertem nas ruas de São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e o país afora. Aguentar um dia de muita música, dança, fantasia e bebedeira embaixo do calor de mais de 30 graus não é fácil, por isso, ficar atento na alimentação e na recuperação pós-bloco é essencial.

A nutricionista funcional Flávia Cyfer, Membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional, deu algumas dicas de como se cuidar antes e depois do bloco; confira!

Pré Bloco:

-> O café da manhã deve ser repleto de nutrientes e prover energia duradoura. Por isso, os carboidratos escolhidos devem sempre ser integrais e ter baixo índice Glicêmico, para liberar energia durante o maior tempo possível. Logo, Paes refinados, de farinha branca estão fora. Pães integrais com grãos, castanhas e sementes são as melhores opções, sem contar. Com batata doce e inhame cozidos .
-> Consuma gordura com moderação para não enjoar no bloco, e de boa qualidade, como abacate (guacamole fica ótimo!), azeite ou óleo de coco. Frutas sempre acompanhadas de sementes como chia ou linhaça para reduzir o índice glicêmico e não promover picos de glicemia no sangue, que são seguidos de uma sensação de pouca energia e cansaço.
-> A hidratação prévia à ingestão de bebida alcoólica também é importante. Água, água de coco, sucos são bem vindos. 1 litro pela manhã.
->Vale a pena encher o bolso com barrinhas a fim de evitar o consumo de comidas gordurosas, frituras e petiscos nada saudáveis que são vendidos na rua. Há boas opções de barrinhas sem glúten e sem açúcar.

No bloco:

->Bebidas preparadas em barraquinhas na rua, em que a água ou gelo não são confiáveis devem ser evitados. Os que usam sucos em pó, cheios de corantes também.
->Na rua opte por sanduíches que tenham além da carne ou frango , salada e vegetais crus, como cenoura ralada / omelete com salada são boas opções práticas. Se possível, intercale a bebida alcoólica com água, pois evita mal estar e desidratação.
A noite depois do bloco:

->Um suco detox que dê um suporte para o fígado em seu trabalho de eliminar toxinas é super bem vindo. Couve , gengibre, limão, hortelã e água de coco podem ser batidos com qualquer fruta!
>Um jantar completo com todos os nutrientes necessários é importante. Uma proteína leve ( peixe ou frango ), salada, legumes e algum grão integral, como quinoa. Ou grão de bico, por exemplo.
->Como o organismo já está sobrecarregado com o álcool, a alimentação deve ser o mais natural possível, portanto batata frita, hot dog, pizzas, frango a passarinho e outros petiscos gordurosos e nada saudáveis devem ser evitados! Podem causar uma indigestão ou alguma contaminação e problemas intestinais ou gástricos.