Rafaela Silva é eleita judoca do ano por Comitê Olímpico

Esportista ainda concorre ao troféu de Melhor Atleta do Ano com Kahena Kunze e Martine Grael, da vela; e Poliana Okimoto, da maratona aquática

0
94
Rafaela é principal nome do judô feminino no País Roberto Castro/Ministério do Esporte

A atleta Rafaela Silva, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, foi eleita a judoca do ano pelo Prêmio Brasil Olímpico promovido pelo Comitê Olímpico do Brasil.

A esportista ainda concorre ao troféu de Melhor Atleta do Ano com Kahena Kunze e Martine Grael, da vela; e Poliana Okimoto, da maratona aquática. O vencedor será anunciado na festa de gala do esporte olímpico no dia 29 de março, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro.

A escolha dos melhores atletas foi realizada por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte.

Em seu perfil nas redes sociais, Rafaela comemorou a indicação a Atleta do Ano e o prêmio de judoca do ano.

“Estou muito feliz em receber esse prêmio pela segunda vez e também por indicada ao prêmio de melhor atleta do Brasil no feminino. Obrigada a todos pelo apoio e torcida de sempre. Juntos somos mais fortes”, escreveu.

Em 2013, quando conquistou o título mundial também no Rio, Rafaela levou o prêmio de melhor judoca, após tornar-se a primeira mulher campeã mundial de judô do Brasil. Com o ouro no Rio, Rafaela tornou-se a maior atleta de judô do País, única campeã olímpica e mundial.