Evandro Fióti, rapper e empresário, denuncia racismo em seu próprio desfile na SPFW

0
58

Segundo relato publicado pelo artista no Facebook, em seu próprio desfile e identificado com pulseira do evento, seguranças o barraram.

O desfile da Lab, marca de Fióti e de seu irmão Emicida, seguiu normalmente e ainda levou para a passarela a referência da moda da periferia e do movimento hip hop. A marca é conhecida por atuar no combate ao preconceito, e dessa vez contou com artistas do atual cenário do rap, funk e hip hop como Rael, Drik Barbosa, Kamau, Coruja, Iza e Mc Carol, que participaram desfilando e como parte da trilha musical.

Foi uma das mais aguardadas coleções da São Paulo Fashion Weekend, aplaudida de pé pelo público, como poucas vezes se viu no evento e também rara representante da moda inclusiva não elitizada e levou para a passarela além do estilo da periferia, a liberdade das letras dos raps.

O artista não divulgou detalhes sobre o caso, mas publicou em sua rede social a denúncia do caso de racismo, onde diz ter sido barrado por seguranças no dia do desfile de sua própria marca.

Por Maria Luiza Paulino