Sim, eu também uso protetor solar!

Maior resistência da pele negra não significa invulnerabilidade

0
20

Rica em colágeno e melanina, a pele negra tem mais resistência ao Sol e a outras agressões externas. Apresenta menos sinais de envelhecimento precoce e linhas de expressão, o que leva muitos ao engano de que a pele negra não precisa de alguns cuidados, entre eles, os básicos, como o consumo sistemático e diário de água e o uso do protetor solar.

A pouca atenção para a pele negra pode ser percebida tanto pela ausência de empresas especializadas, como também pelo despreparo de clínicas estéticas.

O atendimento para a pele negra está em defasagem também no que se refere à oferta de produtos de maquiagem. Você sabia, por exemplo, que o uso da cera de depilação pode manchar a sua pele? Já ouviu falar em foliculite pós-depilação? A sua esteticista já lhe alertou quanto ao efeito da criolipólise? Sim, se a pele branca normalmente fica avermelhada devido à pressão durante o procedimento em cada sessão, a pele negra fica vulnerável a manchas se o(a) profissional não se atentar para a manutenção da manta e temperatura.

Perceba que a criolipólise em si não gera nenhum tipo de dano à pele, o avermelhado dura por pouco tempo, mas a mancha é um risco previsível quando há desconhecimento da clínica de estética quanto às diferenças da pele e as especificidades de acordo com o tipo de pigmentação.

O protetor solar é o melhor amigo da pele facial, deve ser usado diariamente. A sua aplicação contínua deve acontecer de três a quatro vezes por dia, seguindo a lógica de aplicar no início, no meio e no final do dia. O seu uso independe das altas temperaturas, de o tempo estar seco ou úmido, frio ou calor, sol ou chuva, ventando ou não… sempre use o protetor solar. O fator de proteção a partir do 50 não faz muito efeito, fator 70 ou 100, a diferença destes fatores maiores está no intervalo entre uma aplicação e outra, duram por mais tempo.

Para a pele negra, sobretudo as oleosas, o indicado são os protetores com toque seco. Dê preferência às marcas de cosmecêuticos ao invés de cosméticos, tanto na compra dos filtros quanto dos demais produtos de manutenção e cuidado da pele, o sabonete, o adstringente, o hidratante, entre outros, priorize os cosmecêuticos nos produtos de cuidados pessoais ou farmacêuticos que têm ingredientes bioativos, com maior valência na pele, seus ativos possuem interação maior com o organismo.

Escolha marcas bem recomendadas, evite as dicas caseiras, cuidado com os importados, pois o clima de outros países é muito diferente do clima no Brasil. Ao produzir protetores solares e outros itens cosméticos, a elaboração não pondera as características das temperaturas brasileiras. Usar produtos sem data de validade ou validade vencida não pode! Tenha muito cuidado ao misturar anticoncepcionais ou derivados aos seus cremes e vá ao dermatologista, o cuidado da sua pele não é algo supérfluo ou fútil, mas uma questão de saúde!

O dano gerado por produtos “milagrosos”, com promessas a curto prazo podem ser irreversíveis, ainda mais se atingirem a pele do rosto, o que terá impacto direto na sua autoestima e nas suas relações interpessoais. Faça a mesma ponderação quando opinar por lasers, o mais indicado à pele negra ainda é o led azul.

Os mitos e vilões que perseguem a pele negra

A pele negra não tem uma homogeneidade, ela pode ser mista, seca ou oleosa (há quem generalize e defenda a crença de que toda pele negra é oleosa). Por isso, a importância da avaliação. Consulte um profissional que irá acompanhar a sua pele. A ingestão de água, a higienização e o uso do filtro solar são passos básicos e servem para todo tipo de pele. Contudo, algumas questões tornam esses cuidados mais amplos:

– A pele oleosa tende a piorar com o excesso de lavagens. Quanto mais você lava mais óleo a pele produz, o ideal é substituição da lavagem pelo uso de lenços umedecidos, no intervalo entre a manhã e o período noturno, apenas para renovar a aplicação do protetor solar. Agora se a sua pele não for oleosa você pode danifica-la ao utilizar tratamentos que não respeitam as características da pele seca ou mista.

– Qual tipo de sabonete utilizar? Quantas vezes ao dia devo lavar a pele do rosto? Se você seguir o manual que diz que toda pele negra é oleosa, irá errar no tratamento específico para você.

A alteração cutânea pode gerar uma inflamação e causar o escurecimento. Quem já tem espinha terá mais dificuldades para se livrar das manchas consequentes da “espremeção”.

Outras dicas

Recomenda-se ainda limpeza de pele mensalmente. Preocupe-se com o início do dia, mas também com o final seguindo, em ambos os casos, o ritual diário: lave a pele, aplique o adstringente e hidratante (opte pelos que têm vitamina C). O protetor solar deve ser aplicado mesmo quando não houver exposição ao sol, o uso de luz, seja do computador ou da televisão, também representa um tipo de exposição e risco para a pele. Experimente os peelings, existem diversos tipos, uns, inclusive, mais suaves.

Um indicativo de que o profissional, dermatologista, esteticista é de confiança é o fato de ele não se preocupar em ficar oferecendo pacotes com diferentes serviços, muito caros ou que precisem de várias sessões. Se ele for um profissional qualificado, irá instruir a uma reeducação sobre os procedimentos com a sua pele. Por exemplo: antes de fazer um peeling uma pele que estava esquecida será submetida a uma limpeza de pele profunda, ou seja, passará por um “pré-pelling” e, somente depois, irá para a etapa final do pelling em si.

Aproveite e insira as suas amigas neste contexto de saúde e bem-estar. Uma tendência europeia é o Nail Bar, happy hour que une bar e esmalteria. Enquanto você e suas amigas desfrutam de tratamentos estéticos e fazem as unhas, também confraternizam e degustam drinks maravilhosos. A frequência de afrodescentes ainda é tímida nas clínicas de estéticas, nos últimos anos houve um crescimento nesse número para o público masculino em geral (brancos e outras etnias), mas a população negra ainda não tem um número expressivo de avanço no setor da beleza e estética enquanto consumo.