Alfabantu: aplicativo ensina a crianças idioma africano

A ferramenta, criada por um historiador, já está disponível para download gratuito

0
41

O historiador Edson Pereira, formado pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, junto com a socióloga e professora Odara Dèlé são os criadores do Alfabanto, o aplicativo que tem como objetivo ensinar idioma africano falado pelo povo kimbundu, de Angola, a crianças.

A ideia surgiu depois de identificarem uma deficiência na disponibilidade de materiais de estudo sobre o assunto em grande parte das escolas, apesar de conteúdos sobre história e cultura afro-brasileira serem previstas no currículo oficial nas redes de ensino brasileiras.

Tanto Edson quanto Odara são professores do ensino público, e identificam através da experiência em escolas que existem profissionais que têm disponibilidade para ensinar e que não encontram recursos, mas identificam aqueles que não têm essa disposição.

Odara e Pereira, socióloga e historiador, criadores do aplicativo Alfabantu – Foto: Divulgação

O aplicativo usa o idioma como uma maneira de aproximar das crianças brasileiras a história dos povos originários, que muitas vezes não é conhecida. A ideia é que de forma lúdica e interativa, as crianças possam aprender o idioma em duas fases: inicialmente com temas como frases do dia-a-dia, partes do corpo, entre outras palavras mais básicas. E numa outra etapa através de testes de conhecimento, com um tipo de quiz.

O aplicativo lançado no final do ano passado já teve centenas de downloads registrados e além do Brasil, países como Angola, Moçambique, Portugal e Reino Unido já possuem novos usuários. Apesar disso, novas mudanças, para complementar a funcionalidade do aplicativo já estão sendo pensadas pelos criadores, que têm como objetivo aproximar a África ainda mais do cotidiano dos brasileiros. O aplicativo está disponível para download através desse link.