Museu Afro Brasil recebe exposição “Sertão Expandido”, do artista Kboc

Conhecido por sua relação com o graffiti, artista goiano apresenta em SP obras tridimensionais que dialogam com assemblages e o acervo da instituição

0
174

Museu Afro Brasil, da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com a Associação Museu Afro Brasil – organização social de cultura, inaugura no próximo dia 23 de junho, às 11h00, a exposição “Sertão Expandido”, do artista plástico goiano Kboco. Com curadoria de Maria Hirszman, a mostra reúne cerca de dez trabalhos inéditos entre pinturas, desenhos, assemblages e intervenções em site specific.

“Não se trata de uma mera filiação à instalação como forma expressiva, mas de uma intencionalidade clara de fusão entre as questões pictóricas, com a necessidade de se expandir para além do espaço bidimensional, incorporando elementos da paisagem e usando a arquitetura como estopim e suporte para ações transformadoras do espaço social”, afirma Hirszman.

“Sertão Expandido” encerra um hiato de cinco anos desde a última exposição do artista, e apresenta o resultado da transição que o levou de volta ao seu estado de origem, Goiás, onde nasceu em 1978, após morar em cidades como Porto Alegre, Olinda e São Paulo.

A decisão do artista em instalar seu estúdio no município de Cavalcante, no coração da Chapada dos Veadeiros, nas palavras do próprio Kboco, “carrega em si a busca pela arte enquanto produção de conhecimento e não apenas como produção mercadológica. O aprofundamento que essa mudança gera diz respeito ao sertão enquanto possibilidade de aperfeiçoamento e expansão da linguagem”.

Entre os destaques da mostra estão as assemblages – colagens feitas em pedaços de madeira encontradas nas andanças do artista. “Essas obras são feitas com madeiras que eu recolho ao acaso e que cruzam meu caminho numa espécie de arqueologia do cotidiano, então eu as ajeito no meu estúdio já com uma certa diagramação, mas a montagem final da obra acontece no próprio museu”.

“Sertão Expandido” é resultado do projeto de fomento à arte pelo Fundo de Cultura de Goiás, e contará com catálogo e vídeo do processo criativo do artista.

Emanoel Araujo, diretor-curador do Museu Afro Brasil, comenta: “Kboco é o barroco do grafismo. Tão barroco que às suas figuras e ao seu emaranhado de grafismos ele ainda acrescenta pequenas formas de folha de ouro, e tudo isso reluzindo de um requintado lavis e de uma requintada transparência. Por certo, Kboco se inspira nas volutas de grades de ferro ou na superposição de um laboratório de tubos de cristal imaginário”.

SERVIÇO: 
Exposição “Sertão Expandido”.
Abertura: 23 de junho de 2018, às 11h00
Período de exposição: até 26 de agosto de 2018