A peça “Tragam-me a cabeça de Lima Barreto” estréia nesta quinta (12) em São Paulo

0
98

A partir desta quinta-feira (12), o público de São Paulo poderá conferir a peça a “Tragam-me a cabeça de Lima Barreto”, com direção de Fernanda Júlia, em cartaz no Sesc Pompeia em São Paulo até 5/8. A produção trata-se de uma livre inspiração na obra do escritor e jornalista brasileiro Lima Barreto.

“O intuito da peça é provocar na plateia uma reflexão sobre as causas do racismo e apresentar a história desse escritor tão atual que é Lima Barreto. Além disso, o público ainda pode desfrutar de um escape durante a apresentação, já que algumas cenas seguem um tom de comédia”, comenta o ator Hilton Cobra, protagonista da peça.

Por meio de um monólogo, a peça conta com um texto fictício, contextualizado após a morte de Lima Barreto, quando eugenistas exigem a exumação do seu cadáver para uma autópsia, a fim de esclarecer “como um cérebro inferior poderia ter produzido tantas obras literárias – romances, crônicas, contos, ensaios e outros alfarrábios – se o privilégio da arte nobre e da boa escrita é das raças superiores?”. A peça também mostra as várias facetas da personalidade e da genialidade de Lima Barreto, sua vida, família, a loucura, o alcoolismo, sua convivência com a pobreza, sua obra não reconhecida, racismo, suas lembranças e tristezas.

A peça tem sessões de quinta a sábado, às 21h30, e domingo, às 18h30, no Sesc Pompeia, que fica na Rua Clélia, 93. Os ingressos custam de R$6 a R$20 reais e podem ser adquiridos neste site.

 

Dramaturgia: Luiz Marfuz

Direção: Fernanda Júlia

Direção de Movimentos: Zebrinha

Direção Musical: Jarbas Bittencourt

Direção de Vídeo: David Aynnan