Dias após polêmica sobre testes antidoping, Serena sobe 1 lugar no Top 30 da WTA

Top 10 permanece inalterado; atletas chinesas dão grande salto

0
287
Serena Williams, tenista norte-americana Foto: Tim Ireland / AP

O ranking da WTA voltou a ser atualizado nesta segunda-feira e trouxe apenas uma mudança de posições em seu Top 30. E essa alteração envolveu a tenista norte-americanaSerena Williams, ex-número 1 do mundo, que subiu da 27ª para a 26ª colocação graças à queda de um posto da espanhola Carla Suárez Navarro, agora figurando logo atrás da jogadora dos EUA.

A ascensão discreta da veterana de 36 anos no ranking feminino mundial ocorreu menos de uma semana depois de uma polêmica na qual a jogadora disse sofrer de discriminação após ser submetida a mais um exame antidoping “surpresa”, realizado sem aviso prévio. Para Serena, ela vem fazendo um número excessivo de testes.

“E chegou a hora do dia de passar ‘aleatoriamente’ pelo antidoping. E eles só testam a Serena. Entre todas as jogadoras, está provado que sou a mais testada. Discriminação? Acho que sim. Ao menos continuarei mantendo o esporte limpo. Estou pronta para fazer o que for preciso para ter um esporte limpo, então venham. Estou pronta”, escreveu a tenista, na última terça-feira, em sua página na rede social Twitter.

De cor negra, a norte-americana diz ser vítima de racismo e um relatório publicado pelo site de notícias Deadspin mostrou que em 2018, somente até junho passado, ela já tinha realizado cinco testes antidoping promovidos pela Agência Norte-Americana Antidoping (Usada, na sigla em inglês). Ou seja, foi mais testada do qualquer outro tenista dos Estados Unidos.

Após longo afastamento das quadras no ano passado, quando realizou o sonho de ser mãe – sua filha nasceu em setembro de 2017 -, Serena disputou apenas quatro torneios de simples em 2018, sendo o último deles o Grand Slam de Wimbledon, em Londres, onde fez bonito ao alcançar a decisão, na qual acabou sendo derrotada pela alemã Angelique Kerber, atual quarta colocada do ranking mundial, no dia 14 de julho.

Ainda sem conquistar títulos nesta temporada, Serena não joga desde a tradicional competição na capital inglesa e tem seu retorno às quadras previsto para esta semana, no Torneio de Montreal, de nível Premier, que começa na quinta-feira.

A liderança do ranking da WTA segue nas mãos da romena Simona Halep, com 7.571 pontos, enquanto o segundo lugar é ocupado pela dinamarquesa Caroline Wozniacki, com 6.660, também com boa vantagem sobre a norte-americana Sloane Stephens, com 5.463. Pouco atrás da tenista dos EUA figura Kerber, com 5.305.

CHINESAS DÃO BOM SALTO

A atualização desta segunda-feira do ranking da WTA foi marcado também pelas expressivas subidas das chinesas Wang Qiang e Zheng Saisai, finalistas do Torneio de Nanchang no último final de semana, no Top 100. Campeã do evento chinês, a primeira delas saltou 25 posições e assumiu o 53º lugar. Já a vice-campeã galgou 27 e passou a ser a 85ª tenista do mundo.

Surpreendente vencedora do Torneio de Moscou, outra competição encerrada no domingo, a sérvia Olga Danilovic teve uma ascensão gigante no Top 200 ao pular da 187ª para a 112ª posição nesta segunda-feira.

Única brasileira a integrar o grupo das 400 primeiras colocadas, Beatriz Haddad Maiasubiu dois postos e agora está em 117º lugar. Ela segue afastada das quadras para se recuperar de uma cirurgia para a retirada de uma hérnia de disco nas costas.

Confira o ranking atualizado da WTA:

1) Simona Halep (ROM), 7.571 pontos

2) Caroline Wozniacki (DIN), 6.660

3) Sloane Stephens (EUA), 5.463

4) Angelique Kerber (ALE), 5.305

5) Elina Svitolina (UCR), 5.020

6) Caroline Garcia (FRA), 4.680

7) Garbiñe Muguruza (ESP), 4.620

8) Petra Kvitova (RCH), 4.550

9) Karolina Pliskova (RCH), 4.485

10) Julia Görges (ALE), 3.980

11) Jelena Ostapenko (LET), 3.787

12) Madison Keys (EUA), 3.596

13) Daria Kasatkina (RUS), 3.525

14) Venus Williams (EUA), 2.801

15) Elise Mertens (BEL), 2.705

16) Ashleigh Barty (AUS), 2.555

17) Naomi Osaka (JAP), 2.350

18) Kiki Bertens (HOL), 2.231

19) Coco Vandeweghe (EUA), 2.183

20) Anastasija Sevastova (LET), 2.165

117) Beatriz Haddad Maia (BRA), 551