Usain Bolt faz 32 anos e inicia testes em clube da Austrália: ‘Quero marcar gols’

Perante mais de 100 jornalistas e fotógrafos, jamaicano participou de um leve treinamento de fundamentos e agilidade

0
144
Usain Bolt treina futebol na Austrália Foto: Peter Lorimer/AFP

Dono de oito medalhas de ouro olímpicas e dos recordes mundiais nos 100 e 200 metros no atletismo, o jamaicano Usain Bolt iniciou nesta terça-feira mais uma aventura no futebol, tentando realizar o seu sonho de ser um jogador profissional. No dia de seu aniversário de 32 anos, fez o seu primeiro teste no Central Coast Mariners, clube da primeira divisão da Austrália.

Perante mais de 100 jornalistas e fotógrafos, Usain Bolt participou de um leve treinamento de fundamentos e agilidade. Na entrevista coletiva ao lado do treinador Mike Mulvey, demonstrou a sua vontade de deixar o clube “orgulhoso”, agradecendo a recepção dos seus colegas de equipe.

“A recepção foi muito calorosa. Todos me receberam com amor e sinto-me muito respeitado. Pedi para ser tratado como apenas mais um jogador e o treinador me explicou que não teria tratamento especial”, afirmou o jamaicano, que revelou ainda ter recebido convites de outros países europeus para fazer testes, algo que já realizou na Alemanha, na Noruega e na África do Sul.

Perguntado em qual posição ele espera jogar, Usain Bolt disse que é bom como centroavante, mas que está aberto para atuar onde for necessário. “Quero marcar quantos gols for possível e conquistar títulos”, revelou o jamaicano.

A estreia de Usain Bolt pelo Central Coast Mariners, que ficou na última colocação na temporada passada, pode acontecer no próximo dia 31. O jamaicano, aposentado das pistas de atletismo há um ano, admitiu que “o primeiro dia de treinos é sempre o mais duro” da preparação, mas não escondeu a ambição de participar pela primeira vez de um jogo oficial de futebol.

“Será uma decisão da comissão técnica. Estou aqui para me esforçar ao máximo, veremos se tenho a minha oportunidade”, finalizou Usain Bolt, que vai permanecer no Central Coast Mariners por tempo indeterminado na esperança de conseguir assinar o seu primeiro contrato como jogador profissional de futebol. “Estou tentando dar o primeiro passo agora, que é conseguir um contrato”.