Daniel Alves e Marcelo são os únicos brasileiros eleitos em time ideal da Fifa

Seleção ainda conta com Messi e não tem Salah, que concorreu ao prêmio de melhor do mundo, e Courtois, eleito o melhor goleiro

0
373
Host Idris Elba, center, poses with the 11 players of the top team with players David De Gea, Dani Alves, Marcelo, Sergio Ramos, Raphael Varane, Eden Hazard, N'Golo Kante, Luka Modric, Cristiano Ronaldo, Kylian Mbappe and Lionel Messi during the ceremony of the Best FIFA Football Awards in the Royal Festival Hall in London, Britain, Monday, Sept. 24, 2018. (AP Photo/Frank Augstein)

O laterais brasileiros Daniel Alves e Marcelo foram os únicos dois jogadores brasileiros eleitos como integrantes do time ideal da Fifa e da FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol) eleitos na premiação desta segunda-feira, em Londres, na Inglaterra. Eles entraram em uma equipe que contou com um dupla de zaga formada pelo espanhol Raphael Varane e o espanhol Sergio Ramos, ambos do Real Madrid, mesma equipe de Marcelo, e o goleiro David de Gea, do Manchester United e titular da seleção espanhola.

O time espanhol, por sua vez, dominou esta equipe com um total de cinco dos 11 atletas eleitos. Além dos três nomes do setor defensivo, o meio-campista croata Luka Modric e o atacante português Cristiano Ronaldo, hoje jogador da Juventus, se garantiram na equipe pelo desempenho que exibiram pelo Real Madrid e por suas respectivas seleções principalmente na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Eleito o melhor jogador do Mundial em solo russo, Modric entrou em um meio-campo que contou também com o francês N’Golo Kanté e com o belga Eden Hazard, ambos do Chelsea e que também tiveram performances destacadas por suas seleções na Copa – o primeiro deles foi eficiente como volante no meio-campo da campeã França e Hazard brilhou como o cérebro da Bélgica na histórica campanha que levou o país ao terceiro lugar da competição.

Já o trio ofensivo eleito, além de Cristiano Ronaldo, contou com o argentino Lionel Messi, do Barcelona, e o francês Kylian Mbappé, este do Paris Saint-Germain e um dos principais nomes do título conquistado pela seleção francesa no Mundial.

Curiosamente, Ronaldo e Messi foram os únicos da seleção de 11 eleitos que não estiveram presentes na premiação desta segunda-feira. E esta honraria do time ideal foi anunciada durante a cerimônia pelo brasileiro Ronaldinho Gaúcho e pelo alemão Michael Ballack, ex-jogador da seleção alemã.