Suposto reforço do Olaria que virou meme não passa de piada racista

Vice-presidente de futebol do time carioca negou a contratação do jovem que aparece na imagem

0
1819
Publicação brincava com o suposto novo reforço do Olaria Foto: reprodução/ Facebook

Uma piada aparentemente racista tomou as redes sociais na última quarta-feira. A imagem que viralizou, aparece um jovem negro na frente de um painel do Olaria Atlético Clube. Diversas páginas do Facebook e grupos no Whatsapp compartilharam a imagem comparando o suposto novo reforço a um detento.

“Parece que está sendo preso, mas é só o reforço do Olaria”, escreve uma das publicações. No retrato, o jovem veste um moletom e não tem uma expressão feliz. Em contato com a reportagem do Uol Esportes, o vice-presidente de futebol do time carioca negou que o rapaz tenha sido contratado.

“Não sei quem é esse garoto, nunca vi na vida. Nem jogadores contratados nós temos”, afirmou Roberto Gaúcho, sobre os novos reforços do clube que atua na segunda divisão do Campeonato Carioca. “Já recebi umas 50 mil mensagens hoje. Provavelmente esse menino é vítima de uma brincadeira de muito mau gosto”, completou em entrevista ao mesmo portal.

Roberto Gaúcho também explica que na entrada da sede do clube, o Olaria mantém um painel quadriculado, como o da foto, com o escudo do time e o logo de um patrocinador, para que os torcedores façam seus registros. Uma das páginas que repercutiram a imagem em forma de meme conta com mais de 1,3 milhão de seguidores no Facebook.

Diante da repercussão, o dono da página apagou a publicação. No entanto, diversos internautas continuam usando a foto em seus comentários, inclusive defendendo que a página não deveria ter apagado o post. “Por que apagou o post do novo jogador do Olaria? Cai nessa não jogador… a galera do mimimi não merece sua atenção”, diz um comentário que tem mais de 300 curtidas.

“A piada não se deve ao cara ser negro, e sim à forma e expressão que ele está na foto! Parece sim uma pessoa sendo presa”, escreve um dos perfis. “Caramba, tem gente que acha que não foi racismo? Meu Deus. Sei que é uma página de humor, mas pegou mal. Desnecessário”, pondera outro.