Como fazer a festa perfeita: dicas de receitas, bebidas e decoração

Dicas valiosas para o sucesso de sua festa de Natal e Réveillon - mas elas servem como guia para todo tipo de celebração, em qualquer época do ano

0
1018
Foto: Codo Meletti|Estadão

Reunimos dicas valiosas para o sucesso de sua festa. Elas foram pensadas sob medida para o Natal e o Réveillon, mas a verdade é que servem como um guia para qualquer tipo de celebração, em qualquer época do ano, com grupo de convidados de qualquer tamanho.

ANTES DA FESTA COMEÇAR

● Prepre o ambiente e o astral da casa | Espalhe ervas frescas e secas pela sala, elas perfumam e dão frescor, além de enfeitar o ambiente. Velas e flores não podem faltar. Improvise castiçais usando taças e copos de diferentes alturas virados de cabeça para baixo. E não se esqueça da música – uma boa playlist, com diferentes estilos, garante a animação.

● Como escolher e combinar a louça | Não tenha medo de misturar louças novas e antigas, tamanhos e formatos, use pratos, tigelas, panelinhas. Bem combinados, modelos e estampas diferentes dão personalidade à mesa. Empilhe os pratos, agrupe guardanapos e talheres com charme.

● Facilite o serviço da bebida | Misture taças e copos de diferentes estilos – em festa pode! E deixe uma caneta marcadora perto deles, assim os convidados marcam suas taças e usam as mesmas a noite toda. Arrume as bebidas de um jeito fácil para as pessoas se servirem, isso facilita a vida e descontrai o ambiente.

● Só mais uma coisa | Parece óbvio, mas é bom lembrar: não convide mais pessoas do que a sua casa comporta e encontre um lugar para que deixem bolsas e guarda-chuvas. Ah, e respeite seus limites para poder aproveitar a festa. Desapegue do perfeccionismo – nada mais chato do que um anfitrião tenso. Aceite ajuda! Divirta-se!

COMIDA

A escolha do cardápio depende do estilo de festa que você quer fazer – mas também da quantidade de convidados e de quanto você está disposto a gastar. Com bom senso dá para acertar sem estresse.

 
Foto: Melina Hammer|The New York Times

● Antes de começar a pensar no cardápio, um conselho importante: evite receitas novas, que você não conhece e nunca testou – este pode ser o caminho para o fiasco.

● Use o bom senso: a seleção de pratos depende de quem são e quantos são os convidados.

● Se não tiver ajudantes na cozinha, independente do tamanho da festa, escolha pratos que sejam fáceis de esquentar – ou que possam ser feitos com antecedência e servidos em temperatura ambiente.

● Não precisa investir muito nos aperitivos nas festas de fim de ano, bastam torradinhas, nuts e patês.

● Ingrediente caro não é sinônimo de comida boa. Deixe a sofisticação por conta da seleção de produtos frescos, de boa procedência, e bem preparados.

● Não exagere na variedade, mas fuja do prato único, a menos que conheça bem o gosto e as preferências de todos os convidados.

● Seja razoável. Fim de ano é tempo de fartura, porém não faz sentido preparar um peru gigante e mais um tender se vai receber só seis convidados. E nem invente pratos muito elaborados se sua lista tiver mais de 20 pessoas. Veja as dicas abaixo:

Até seis pessoas: A ceia para poucos não precisa ser diminuta – uma bela entrada, um ou dois pratos principais e dois acompanhamentos fazem a mesa perfeita. Aproveite para ousar na seleção de receitas e investir em bons produtos, inclusive nas bebidas, e na apresentação.

Até 15 pessoas: Nessa escala não dá para você fazer tudo sozinho nem é o caso de inventar pratos muito elaborados. A ordem aqui é planejamento: antecipe as preparações que puder para poder curtir a festa. Monte a mesa com uma ou duas entradas, um belo prato principal – um assado bem temperado, como um pernil, por exemplo – e dois acompanhamentos.

Mais de 20 pessoas: Nem pense em servir comida à la minute (preparada na hora!), como risotos e suflês (que aliás nem combina com o verão) ou pratos com muitas etapas de preparação. Aposte no básico, bacana, mas simples. Como a festa vai ser grande, antecipe o máximo de trabalho que puder. Escolha alguns pratos que podem ser servidos frios ou em temperatura ambiente – caem bem no verão e facilitam a vida.

BEBIDA

Comida é importante, ambiente e música fazem diferença, mas a verdade é que a bebida certa anima qualquer festa.

O que servir depende muito do estilo e da idade dos convidados, e do bolso do anfitrião, é claro – pedir que os convidados levem bebidas, é boa opção e vale até falar diretamente “um vinho branco” ou “um espumante”. Os convidados são jovens, o grupo  é grande e a festa descontraída? Vá de cerveja (compre growler, peça delivery de um bom chope artesanal). Ou, aposte em um único tipo de vinho branco (está calor). Para grupos maiores, de qualquer idade, com o calor, champanhes e espumantes são sempre uma ótima opção. Para uma festa menor, à mesa, vale investir em bons vinhos.

 
Foto: Richard Perry|The New York Times

Para não errar na bebida | Para evitar que cada convidado use vários copos e deixar a festa mais descontraída, marque as taças: amarre fitinhas ou use canetas (que saem com água). Já em para festas maiores (com mais de seis pessoas), desapegue do serviço de taças, use uma taça para todos os vinhos (se for alugar, prefira as grandes, de Bordeaux) e deixe que o próprio vinho faça a limpeza das taças, como ocorre nas degustações.

Como gelar as bebidas | Gelo não pode faltar – não conte apenas com sua geladeira, mesmo se fizer gelo com antecedência. Mas é o seguinte: não adianta comprar o gelo se não tiver onde armazenar, então, planeje-se! Uma caixa de isopor grande resolve a questão – na verdade, essa é a melhor forma de gelar bebidas para a festa: um isopor grande, cheio de gelo e tampado. Para acelerar o processo, acrescente sal grosso e álcool. E mantenha um saco de gelo extra no freezer.

●  A equação básica de gelo, água e sal é a seguinte: 10 kg de gelo + 550g de sal grosso + 500 ml de álcool. E o ideal é colocar as bebidas no gelo quatro horas antes do início da festa.

● Para você ter uma ideia, para uma festa com 20 pessoas você vai precisar de 4 sacos de gelo de 5 kg. Para encher uma champanheira grande que comporta três garrafas de espumante, um saco de gelo de 5 kg é suficiente.

● Decore esses números para sempre servir os vinhos na temperatura correta: uma garrafa de tinto precisa ficar 15 minutos na geladeira; de branco, 40 minutos. Já no balde de gelo, os tintos demoram 5 minutos para gelar; e os brancos, 10 minutos.

●  Para os drinques não esqueça de gelo limpo (feito com água potável) para as bebidas que levam gelo no copo – calcule 1 kg de gelo para cada litro de bebida destilada ou servida “on the rocks”.

RECEITAS PARA FESTAS

Confira aqui uma seleção de receitas curingas: são entradas, petiscos, sobremesas e drinques que fazem sucesso em qualquer festa. Elas ão fáceis de preparar, gostosas e você pode deixá-las sobre a mesa o tempo todo, para que os convidados se sirvam à vontade, em clima descontraído.

ONDE COMPRAR COMIDA E BEBIDA DE ÚLTIMA HORA

Está sem tempo (ou sem vontade) de encarar o fogão? Esqueceu de comprar a bebida? Calma, ainda dá tempo de salvar sua festa. Confira uma seleção de rotisserias, empórios e cervejarias com opções para pronta entrega.