Em 6 de fevereiro nascia o maior nome da história do reggae: Bob Marley.

0
3035

Robert Nesta Marley, mais conhecido como Bob Marley, nasceu em 6 de fevereiro de 1945 em Nine Miles na Jamaica, filho de Norval Sinclair Marley e Cedella Booker. Mudou-se com a mãe e o padrasto Toddy Livingstone para  favela de Kingston.  A paixão de Marley pela música começou na adolescência, influenciado pelo Ska, ritmo que reunia a música folclórica afro-jamaicana, o mento e o calypso misturados ao jazz e ao rhythm ´n ´ blues, que eram tocados nas ruas da cidade por sound system, alto-falantes improvisados sobre caminhões e casas para que a música fosse reproduzida. Marley também gostava de criar instrumentos musicais de lata com seu meio irmão, Neville Livingston, filho de seu padrasto e, nessa brincadeira, nasceu a vontade de formar uma banda.
No início dos anos 60, Bob Marley, seu meio irmão, que mudou o nome para Bunny Livingston e Peter Tosh formaram o grupo Wailing Wailers. O grupo tinha um mentor: o percussionista rastafari Alvin Patterson; juntamente com Bervely Kelson, Cherry Smith e Junior Braitweire lançaram seu primeiro single “Simmer Donw”. A banda começou tocando Ska e outros ritmos jamaicanos  formando assim uma identidade que retratava a linguagem do sofrimento do gueto; essas canções foram intituladas de rude boy.

Marley começou a refletir a música de uma maneira diferente, ao invés de cantar hinos rude boys passou a incorporar sua nova crença em suas letras: O Rastáfari. Os rastafaris reverenciavam Haile Selassie, imperador da Etiópia entre 1930 a 1974 e acreditavam que este seria a encarnação do Messias na terra. Baseando-se em ideias do velho testamento, passou a pregar que todos os negros deveriam retornar à África, a “Terra Prometida” onde haviam sido retirados, em um contexto de escravidão.

A ascensão do reggae no movimento rastafari influenciou diretamente o modo de vida e as músicas de Bob Marley. O reggae surgiu a partir da junção dos ritmos ska, rocksteady, ragga, sonoridades africanas e o calypso; a denominação “reggae” nasceu do som produzido pela guitarra ao tocar este ritmo sendo “re” movimento para baixo e “gae” movimento para cima.

Em 1973, o disco dos The Wailers já refletia a crença Rastafari e o novo ritmo reggae em suas canções era carregado de ideias de liberdade, mensagens de paz, amor e respeito aos semelhantes, atreladas às questões sociais e políticas jamaicanas. O disco Catch a Fire alcançou  sucesso internacionalmente.

O cantor se casou com Alpharita Anderson mais conhecida como Rita Marley e juntos tiveram três filhos: Cedella Marley, Ziggy Marley e Sthepe Marley. O cantor teve também outros 8 filhos, incluindo Sharon Marley, filha de Rita mas adotada por Bob. Alguns de seus filhos seguiram os seus passos musicais e alçaram sucesso como o grupo The Melody Makkers composto por Ziggy, Stephen, Sharon e Cedella que ganharam três estatuetas do Grammy nos anos 90 como o melhor álbum de reggae. Julian e Damian Marley produziram um tributo ao cantor intitulado de One Love e Rohan Marley dedicado a causas sociais e a fundação 1Love.

Na noite de 3 dezembro de 1976, Bob Marley sofreu um atentado – sete homens armados invadiram sua casa e dispararam contra ele e a família vários tiros inclusive um dos tiros foi disparado contra o peito do cantor. Era ano de eleições parlamentares na Jamaica e havia praticamente uma guerra entre jovens que defendiam partidos distintos. No dia 5 de dezembro, Bob se apresentou dois dias no concerto “Smile Jamaica” pela paz. Essa data ficou marcada para todos que compareceram ao show, pois durante todo o concerto, Marley reproduzia mensagens de paz. Logo após esse trágico episódio que marcou negativamente sua vida e, temendo que fosse vítima de outro atentado político, mudou-se para Londres, onde gravou o disco “Exodus” que alcançou as paradas de sucesso americanas e inglesas.

Bob Marley decidiu visitar a África e conheceu o Quênia e a Etiópia, país onde iniciou o movimento rastafari. O grupo The Wailers foi convidado a se apresentar na cerimônia de independência do Zimbabwe e, logo após, lançaram o álbum “Survival” denunciando as dificuldades do continente africano como: fome, guerras e a problemática social e política.

As musicas “Could You Be Loved” e “Redemption Song” do álbum “Uprising  fizeram tanto sucesso que os Wailers embarcaram na sua maior turnê pela Europa. Em 1980 o show que fizeram em Milão reuniu cerca de cem mil pessoas que cantaram junto e fizeram o álbum bater recordes em toda a Europa.

Marley e os Wailers se apresentaram nos Estados Unidos, na Madison Square; durante o show, o astro passou mal e a sua saúde começou a ser acompanhada com mais atenção. Apesar do incidente, Bob ainda se apresentou em Pittsburgh, local em que fez seu último show.

O mundo recebeu a triste notícia de que Bob Marley sofria de uma espécie de câncer de pele chamado melanoma lentiginoso acral que se desenvolveu na unha do dedão do pé. A doença logo se espalhou para o cérebro, pulmão e estômago e o cantor lutou durante oito meses para obter a cura, mas não resistiu.

Em 11 de maio de 1981 as cores verde, amarelo e vermelho do movimento rastafari ficaram cinzas. Bob Marley, o maior nome da história do reggae, faleceu no auge de sua carreira, com apenas 36 anos de idade. Suas músicas, ainda hoje cantadas  mundialmente,transmitem mensagens importantes de amor, paz, respeito e resistência.

O faturamento póstumo de Bob Marley é de 17 milhões de dólares, seus discos já somaram mais de 75 milhões de álbuns vendidos nas últimas décadas.

O nome de Marley é associado em negócios diversificados como produtos eco-friendly e bebidas para relaxar.

 

Fonte: Fundação Cultural Palmares