Flávia Saraiva repete 2015 e fatura o bronze no individual geral no Pan de Lima

Brasileira fica atrás apenas da canadense Ellie Black, que faturou o bicampeonato, e da norte-americana Riley McCusker

0
2719

Com um desempenho melhor que o obtido na classificatória, disputada no último sábado, quando se classificou à final com a quarta colocação, a brasileira Flávia Saraiva conquistou nesta segunda-feira a medalha de bronze na prova do individual geral feminino da ginástica artística dos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru. A ginasta conseguiu repetir a campanha de quatro anos atrás no Pan de Toronto, no Canadá.

Depois da rotações nos quatro aparelhos – solo, saltos, barras assimétricas e trave -, Flávia Saraiva conseguiu somar 54,350 pontos e só ficou atrás da canadense Ellie Black, que faturou o bicampeonato da prova com 55,250, e da norte-americana Riley McCusker, prata com 55,125.

“A gente faz contas, mas eu foco mais em mim. Eu só gosto de ver o placar no final. Aí deu um alívio. É muito gratificante. Tudo valeu a pena. Gostei da competição, mas sei que posso fazer um pouco mais. Sempre nos cobramos para fazer melhor. A gente gosta de fazer tudo perfeito”, disse Flavinha, em entrevista ao SporTV logo após a conquista da medalha de bronze.

Para levar o bronze, a brasileira se superou no solo, na quarta e última rotação a ser realizada na decisão. Ela estava em quarto lugar, atrás da norte-americana Kara Eaker, mas deu um show conseguindo 13,900 pontos, a maior do dia do aparelho, e ultrapassou a rival, que ajudou o seu país a conquistar o título mundial por equipes no ano passado.

Outra brasileira na final desta segunda-feira, Thaís Fidelis obteve 52,700 pontos e manteve a sexta posição da classificatória. “Fico feliz com meu desempenho. As notas não foram tão altas, mas estou satisfeita. Estou feliz”, afirmou a ginasta.

Flávia Saraiva ainda volta ao ginásio Villa El Salvador, local das competições de ginástica artística no Pan de Lima, nesta quarta-feira, a partir das 15 horas (de Brasília), para disputar as finais da trave e do solo. Thaís Fidelis também disputa a decisão do solo.