Zumbi dos Palmares

Grande símbolo da resistência negra no Brasil, era o líder mais famoso do Quilombo dos Palmares, em Alagoas. Nascido em 1665, aos seis anos, Zumbi foi capturado e entregue a um missionário português que lhe deu o nome de Francisco, com quem aprendeu português e latim, e recebeu sacramentos da Igreja Católica. Aos 15 anos, porém, fugiu e retornou ao seu lugar de origem e passou a liderar o quilombo junto ao seu tio Ganga Zumba.

Sua importânciahistórica

Em 1678 rebelou-se contra Ganga Zumba que havia aceitado uma oferta de submissão à coroa portuguesa e se tornou o novo líder de Palmares. Em 20 de novembro de 1695, Zumbi dos Palmares foi morto após ter resistido bravamente aos ferimentos sofridos durante o ataque realizado pelo Bandeirante Domingos Jorge Velho e que destruiu Palmares. Sua cabeça foi decapitada e pendurada em praça pública, para desmentir a lenda de imortalidade que cercava e servir de exemplo para os demais escravos. Trezentos anos após a sua morte, o governo brasileiro reconheceu Zumbi como grande herói. Em 1995, o dia 20 de novembro, data da morte do herói foi declarado Dia da Consciência Negra.

Universidade Zumbi dos Palmares

A Universidade Zumbi dos Palmares – UNIPALMARES, fundada em 21 de Março de 2002 é uma instituição Comunitária de Ensino Superior criada pela AFROBRAS – Sociedade Afrobrasileira de Desenvolvimento Sócio Cultural, com o propósito de promoção da inclusão, a formação qualificada e o empoderamento de profissionais comprometidos com os valores da ética, da dignidade da pessoa humana e da diversidade étnico racial. É a primeira Instituição de Ensino Superior criada e gerida por negros, constituindo-se em uma proposta inédita e consistente, concebida para minimizar as questões ligadas às dificuldades de inclusão das classes menos favorecidas e os jovens negros, na Educação Superior, Mercado de Trabalho e Sociedade em geral.

Instituição comunitária de ensino superior

Ao longo de seus quinze anos de existência, a Faculdade Zumbi dos Palmares, tem trabalhado incansavelmente no aprimoramento e aperfeiçoamento, bem como, promovendo e favorecendo sua inclusão no mercado de trabalho agregando valores à sociedade e ao ambiente corporativo. São mais de 3.000 (três mil) jovens formados nos programas de Estágio e Trainnees, havendo setecentos deles efetivados nas mais diversas empresas, permitindo, dessa forma, cumprir não somente o objetivo de formação profissional, mas também, realizar a qualificação profissional, inserção no mercado de trabalho, realização pessoal e qualidade de vida.